Diário de Bordo da Curling Arena – "Last Stone"

Postado por Ana sexta-feira, 27 de agosto de 2010



(Brian Chiks cantando, em seu projeto para angariar fundos para uma campanha contra o câncer, acesse o site).

Bom, olá! Muito obrigada pelas mais de 2300 visitas registradas até agora no site! Espero que me perdoem pela demora, mas precisava dar um desfecho decente ao evento de curling que se encerrou no dia 22 de agosto. E assim que eu quero começar este post, meio saudosista e meio esperançosa que virá algo mais.

Os números finais não deixam mentir: mais de 1100 pessoas, desde 13 de agosto praticaram curling no Shopping Eldorado. Ou seja, para 10 dias de evento que teve destaque parcial pela imprensa (praticamente a publicidade foi feita em São Paulo), muita gente foi praticar, sem contar, claro, o número de curiosos e também as pessoas que voltaram mais de uma vez para jogar (a Jéssica contou na comunidade do Orkut que foi 3 dias seguidos, caiu "mais do que ninguém", mas valeu a pena. O pessoal que organizou o evento disse à ela que nem esperavam tanto interesse e que acham que se depender dos interessados no esporte,o Brasil teria uma pista de curling em breve).


Pra terminar a nossa cobertura, vamos a quem ajudou a disseminar a ideia do curling no Brasil. O The Curling News publicou a história do Fábio Chiorino, o Homem da Chaleira, ou chamado por eles de Teapot Guy.

Fábio Chiorino em dois momentos: a foto em casa e na aula de curling (Amanda Ansaldo/ Portal Terra em montagem do The Curling News)


Durante o evento da Curling Arena, o Curling Addicts repassou este link via twitter. Então abaixo, há o relato de Amanda Ansaldo, jornalista e esposa de Fábio ou a pessoa por trás da foto, no blog Reforma no Apê, escrito por eles:

Muitas pessoas perguntam p gente os bastidores da foto, então vamos contar:
Quase meia-noite, a nenê (Maria Eduarda) dormia, o Fabinho (Fábio Chiorino) estava assistindo curling nas Olimpíadas de Inverno e eu estava no msn (ou no twitter?) com minha amiga Van. Foi ai que começou o assunto do jogo. Primeiro eu estava tentando entender como funcionava, depois comecei a achar engraçado ficarem jogando uma pedra pesada daquelas no gelo... Então a Van me falou que aquela pedra mais parecia uma chaleira... tam, tam, tam, tam... meu olhos brilharam! rs Olhei para o Fabinho e fiz a proposta de uma foto na cozinha com a chaleira, que por sinal foi um presente que ele deu para minha avó no começo do nosso namoro.

Ele deu uma risada nervosa e topou. Chegando na cozinha peguei a chaleira azul e um rodo para ele segurar. Em posse da câmera fotográfica enquadrei a cena e cai na maior risada do mundo. Não conseguia apertar o botão. Então tive a ideia de pegar umas pedrinhas de gelo para usar de cenografia. Lembro do Fabinho falar "Mas vai molhar o chão..." rsrsrs e eu só ria! rsrs Então ele encarnou o personagem, entrou no jogo e fez pose de jogador de curling. Eu ri, ri, ri e ri, e continuei sem conseguir clicar. Depois de alguns minutos consegui conter minha crise de riso e fiz a foto.
Corri para o computador, baixei a imagem e coloquei no meu twitter com o seguinte texto: "Meu marido nas olimpíadas de inverno". Mas eu tinha apenas seguidores que eram nossos amigos ou parentes, coloquei lá para eles se divertirem tb.
As pessoas realmente não têm noção do poder das novas mídias sociais. Eu coloquei no site e nossos amigos começaram a retuitar (eu tinha pouco mais de 60 seguidores). Com o tempo a imagem chegou ao twitter do Kibe Loco, que tem muitos seguidores... depois chegou no Luciano Huck. E vamos falar a verdade, se o cara mais seguido no twiiter em todo o Brasil retuita uma foto sua, muuuuuuuita gente vai ver, muuuuuita mesmo. Bom, até político andou retuitando o nosso curling.

Com isso as coisas começaram a sair do controle e a imprensa começou a procurar a gente. Estadão, Zero Hora, O Dia, BandNewsFM... e até uma matéria grandinha com ele ficou como destaque bastante tempo na home do Portal Terra.

Acredita que um tempo depois, a Mariana, que trabalha com o Fabio tirou férias e foi para Portugal, comprou por lá uma revista de humor... adivinha qual foto estava na revista? Pois é... quase não acreditei quando vi a publicação.

E as comunidades do orkut? Têm várias que passaram a usar a foto dele.
Depois que a gente pensou que a brincadeira tinha acabado uma agência chamou o Fabinho para participar de uma campanha. A ação toda (que incluía um novo viral) não foi aprovada pelo cliente, mas ele foi convidado para estrear a Curling Arena...

E o resto vocês já sabem. Mas não foi a primeira vez que eles fizeram uma brincadeira nesse estilo.

Um tempo antes a nossa sobrinha Júlia tinha feito um daqueles bonecos de meia que usam alpiste como cabelo, sabe? Eu peguei uma meia, coloquei na cabeça do Fabio e fiz uma foto segurando um regador... e mandei p família via e-mail. O objetivo dessa do curling era mais ou menos esse, só que via twitter.

Amanda, Maria Eduarda e Fábio, família unida no curling (The Curling News)
A chaleira aposentada, assinada por Linn Githmark (Portal Terra)


Pois é, essa é a história do curler brasileiro. Nós já mostramos em um dos posts como foi o encontro dele com o pessoal do curling em fotos, obtidas pela Ice Star. Mas no Portal Terra você poderá conferir mais de como foi a aula de curling dele.

(Você deve estar se perguntando: mas Ana, por que você não deu ênfase na época? Eu explico, quando eu vi a foto, estava acompanhando o Grey Powers Players’ Championship e nem dei importância... #fail ... mas nem tinha ideia da repercussão, então faço o registro do fato).

Na reportagem do Canadá, ressaltaram o fato de que a foto foi muito divertida e intrigante para os brasileiros, o que provocou uma espécie de obsessão pelo esporte. Até na reportagem anterior feita pelo Portal Terra, Chiorino relata bem a reação:

Pelo Twitter, caiu no gosto das pessoas. Aí, você sabe: brasileiro vira especialista em tudo. O pessoal encheu o Twitter de comentários", disse, analisando o esporte. "É muito diferente. Foge um pouco do que a gente está acostumado. Aqui, o mais próximo seria a bocha, e mesmo assim com regras totalmente diferentes. E o inusitado chama a atenção, né?"

Mas não só essa história a gente tem pra contar do curling. Tem mais vídeos!



E claro, tem vídeos engraçados de pessoas improvisando no curling!





Chad McMullan, em sua página do facebook, acrescentou vídeos e fotos da aventura no nosso país, você pode conferir neste link e neste daqui.
Além disso, ele postou dois vídeos, um da torcida do Corinthians cantando, que você pode conferir abaixo:



E um do “Brazilian Zamboni”:



Agora você me pergunta: O que é Zamboni? É de comer?

Não não, fui atrás de descobrir o que é essa maquininha, mas claro pedi e recebi ajudas para descobrir do que se trata.

Segundo a titia Wikipedia, um ice resurface (algo como um restaurador da lâmina de gelo) é chamado de Zamboni por conta de seu criador, Frank Zamboni em 1949 (Paramount, Califórnia, EUA). Explicando rapidamente, esta máquina serve para reparar a superfície do gelo, retirando com uma lâmina semelhante a de cortar papel a superfície danificada, após ela vai para uma espécie de filtro que é o coração da máquina, ao mesmo tempo que esguicha água onde foi retirado o gelo (geralmente quente), para formar uma nova camada lisa e uniforme.

Mas no caso, segundo McMullan ao perguntar para ele, eles estavam tentando nivelar o gelo de forma que ficasse ideal para a pista de curling, o gelo foi todo derretido e o rapaz estava empurrando o resto para o ralo. Então entendi porque eles disseram no relato inicial que teriam que andar de patins na pista de curling (minha cara de espanto :O)

Aqui tem vídeos do Zamboni em ação (um deles foi indicado pelo Chad McMullan)





Com esses posts, acabou-se o que era doce? Não não não! O evento pode ter acabado, mas temos muita coisa pra falar ainda! E também o curling não parou nos outros países, sem falar na restruturação deste bloguitcho, que promete. E claro, vai ter mais coisas da Curling Arena que talvez acentue a saudade da galera (desculpem ok? Hehehe)

Mas também de novo temos a sessão das reclamações que vale a pena alertar. A Cristiana do LePetitPromo recebeu do Shopping Eldorado pelo twitter que ganhou um kit da Neutrogena numa promoção, mas chegando lá descobriu que seu nome não estava na lista, e ela estava sem celular, não conseguindo comprovar que participou e ganhou o kit. Claro, nós aqui do blog não temos nada a ver com o assunto, mas seria de bom grado o Shopping Eldorado dar uma resposta plausível (e isso que eu nem confio em promoções). Mas vale o alerta: ganhou alguma coisa em sorteio, leve tudo que comprova que você ganhou, ou senão acontecem essas coisinhas chatinhas.

E quando teremos oportunidade de novo? Dezembro? Mais cedo? Mais tarde? Não sabemos, mas que nós estamos atentos, não tenha dúvida! Até o próximo post!

2 comentários

  1. Barbara Says:
  2. Oie!
    Eu passei a Olimpíada de Inverno de molho em casa, então acho que assisti quase todos os esportes!
    E, acredite, eu fiquei tão embasbacada quanto todo mundo, ao ver aquele monte de gente com um pedrão e um mundo de vassorinhas, sobre gelo!
    A primeira vez que vi, caí na risada!
    Depois fiquei pensando a paciência que tem que se ter pra medir distância, balancear a força... e ficar esfregando, esfregando, esfregando!
    Tomara que eles voltem logo praí!

     
  3. Hahaha,a primeira vez que assisti uma partida de Curling (nessas olimpíadas) eu logo pensei "nossa, que jogo tosco!". Parecia até meio chato a princípio. No entanto, no dia seguinte, lá estava eu de novo à frente da tv assistindo... Nesse dia inclusive não fui pra faculdade. =P
    Aí comecei a pensar que eu era um dos poucos que estavam curtindo esse jogo de "panelas e vassouras", mas quando voltei pra facu, virou o assunto mais comentado. (inclusive simularam uma partida de curling com vassouras e bolas de borracha...).
    Certamente o Curling levaria o prêmio de fenômeno midiático de 2010. \O/

     

Postar um comentário